domingo, 28 de junho de 2009

Presente Constante


A incerteza
O tempo
A distancia
A importância do agora

Deixamos que viesse
O que não esperávamos
Sentimos a intensidade
Dos dois tempos

Cada minuto
Cada momento
Cada sentimento
Cada olhar

O agora e talvez o amanhã
Sempre conscientes
Sempre sorridentes
Sempre românticos

Mas será que...
Ou talvez é...
Sei lá mas...
Acho que sim!

Foi indo...
Foi indo...
Mas não é o fim!
Talvez só o começo de um belo amanhã!

Um comentário:

Lua Estrela disse...

Gosto das repetições!